Spartans are on a Killing Spree!

            Hello, Hell Restaurant? I need a reservation for 300.

 

Bom, como eu já tinha falado aqui algumas vezes, sexta-feira (dia 30) eu fui na estréia de 300, e como saí avisando que ia postar uma resenha até terça, o prazo já tá acabando.

Normalmente eu não gosto de resenhar filmes que eu acabei de ver, principalmente por ficar “cego” e não conseguir apontar os defeitos, mas acho que agora já dá pra ser um pouco menos parcial.

Fui no cinema com o pessoal do fhbd e tal, e olhem que bizarro, o cinema tava BEM vazio. Porra, era a estréia de um dos filmes mais esperados e tal, e tava BEM vazio MESMO. Bom, melhor pra mim.

Como já era de se esperar, o filme tem um roteiro tão profundo quanto uma poça de água, mas pera lá, alguém tava procurando uma história envolvente no cinema? Acho que todo mundo que tava lá queria ver sangue persa voando, não?

E isso não falta. 300 tem cenas de lutas que eu não vejo a muito tempo. Vocês não sabem como é foda ver 300 espartanos lutando (ou dançando?) coreografadamente, tudo muito foda MESMO. Isso sem falar no lance de por a cena em slowmo, e depois dar uma acelerada (reverse, segundo a Anne), isso deixou todas as lutas com um Q a mais.

Além da porradaria descontrolada, vale a pena falar também da adaptação HQ-Cinema. Eu já tinha postado VÁRIAS fotos comparando e tal, mas porra, algumas cenas são de uma perfeição indiscritivel, só vendo o filme mesmo. Como a cena dos persas caindo no desfiladeiro, ou os mensageiros persas chegando a esparta, que coisa linda.

Cenas como a de Leonidas comendo a mulher antes de ir pra guerra (tavam falando mal, mas eu gostei pra caramba), ou a do general entrando em frenesi e chutando as bundas persas depois de ver seu filho morrendo, já valem praticamente o ingresso. Isso sem falar em cenas clássicas da HQ, como Leonidas morrendo, ou Xerxes dando em cima do Rei (viadagem pouca, hein).

Além de toda a ação, tem também um espaço pra um humor (negro?) no filme, as tiradas do Rei Leonidas são engraçadas de mais. Até algumas cenas nada a ver me fizeram rir, tipo quando o Faromir grita no momento mais random possível, e todo mundo faz uma cara de whatthehell. Isso sem falar do Santoro, que interpreta bixas como ninguém.

Ah sim, o Rodrigo Santoro..bom, não preciso nem falar que o cara já tem um talento natural pra interpretar bichonas, né ? Mas então, pra quem não conseguiu reconhecer, Santoro era o Rei Glam Xerxes, sim, a bicha dos piercings. Eu gostei, e o pessoal da gringolandia também, agora é só esperar pra ver como vai ser a repercução, pelo menos na estréia foi ótima.

Não tem muito mais o que falar do filme, não vale a pena ficar elogiando, elogiando e elogiando, enquanto os “críticos especializados donos da verdade” ficam falando merda do filme. É mais fácil você levantar essa sua bunda gorda e ir logo no cinema ver o filme.

Anúncios

20 Responses to “Spartans are on a Killing Spree!”


  1. 1 Túlio Moreira abril 2, 2007 às 2:12 pm

    A bicha dos piercings, kkkkkkkkkkkkkkkkk

    A(s) cena(s) da rainha enrabada são muito legais. O filme é muito cool. Acho que vou levantar essa minha bunda gorda e ir logo no cinema ver (de novo) o filme.

    abs!

  2. 2 Anne abril 2, 2007 às 2:26 pm

    Ele não era bicha, okay? Ele era andrógino :v:

    E pow, COMO ASSIM falaram mal da cena de sexo animal e espartano entre a Rainha e o Rei? Aquela cena é foda demais, ela tem todo um clima e a coisa não ficou vulgar. What the hell, brasileiros estranhos, MORRAM! :v:

    Você nem comentou que visualmente o filme é muito bom pro publico feminino, né? AHSAUIHSUIAHEA ;x

    E quanto aos criticos, como eu disse lá no fórum, até os “conceituados” (pfff) se contradizem pra falar mal de filme. Bando de racinha de frustrados dos infernos, morram todos. THIS IS SPARTA!!!1111ONE

    Anyway, obrigada por me citar, hein. :wub:

  3. 3 Uzuki abril 2, 2007 às 3:37 pm

    THIS IS SPARRRRRRRRRRTAAAAAAAA!
    Do caralho o filme, queria ter visto com vocês :~
    Mas enfim, acho que reclamaram de terem botado toda aquela parte da rainha e do Theron e tudo mais, não tinha na HQ. Eu não vi problema nenhum, mas sempre tem uma bicha que reclama…

  4. 4 Xis abril 2, 2007 às 4:37 pm

    hahaha Eu achei estranha demais aquela cena de sexo… Ficou meio bizzarra, que a mulher gemesse de um jeito menos estranho pô. Parecia que ela teve uns 5 orgasmos.

    A cena do(a) oráculo(a?), ficou muito bonita visualmente. E não ficou vulgar, o que a tornou mais foda ainda.

    E nem preciso comentar sobre as cenas de batalha, né? Foda demais…

  5. 5 ciberdek abril 2, 2007 às 7:02 pm

    O Falcon andou dizendo que este blog é dele…

  6. 6 Dona Minhoca abril 2, 2007 às 8:05 pm

    Graças ao Faramir, os 299 de Esparta. Huahuahauhau
    Aquele cara é um sobrevivente, Deus benza!
    Achei o filme phod* mas tem muuuuuuuuuuuuuita gente procurando cifre em cabeça de cavalo e torrando com críticas sobre as mais bizarras teorias conspiratórias possíveis. Tsc, bando de chatos.
    “Tonight we dine in hell!” – Leônidas é o cara. 🙂

  7. 7 Renato abril 2, 2007 às 8:31 pm

    Que história é essa de teorias conspiratórias ?! Agora fiquei curioso ahhaehaehae

    @Xis

    A cena não tava estranha cara, e também não foram 5 orgamos. É que enquanto ela gemia, dava uns cortes, e aumentava a pressão da foda. Entendeu agora ?

  8. 8 Renato abril 2, 2007 às 8:32 pm

    Uzuki, se não fosse a história da Rainha com o Theron o filme ia ficar muito curto, e também ficaria direto de mais, sabe ? Só porrada e ponto. Acho que ficou bem legal a rainha tentando de tudo pra salvar o Leonidas. E a cena em que ela mata o Theron, puta que pariu, gostei muito. Thumbs Up!

  9. 9 Vinícius P. abril 3, 2007 às 12:54 am

    Hahahahahaha. Adorei o texto, tá muito bom! 😀

    Eu adorei “300”, o melhor filme de ação desse ano até agora (e forte concorrente para manter esse título – se bem que ainda temos “Homem-Aranha 3”, que pode muito bem ser ruim, apesar de não acreditar nisso). Gostei da parte do Rodrigo Santoro….. kkkkkkkk

    E me surpreende o fato de o cinema estar bem vazio (aqui tava lotado, todo mundo querendo ver a bicha dos piercings…). Até mais!

  10. 10 Renato abril 3, 2007 às 1:40 am

    Também achei muito estranho o cinema estar vazio !

    Além de Homem-Aranha tem Piratas do Caribe pra concorrer também. Melhor pra gente, quanto mais filmes bons, melhor 😉

  11. 11 Coveiro abril 3, 2007 às 8:38 am

    Quanto estavam cobrando nessa entrada do cinema que tava vazio?Aqui tá dando fila direto e estou sem saco pra esperar…vou ver só semana que vem…uma pena ,mas os ingressos do Cinema cada vez mais caros ,e a pirataria correndo solto….

  12. 12 Luciano Lima abril 3, 2007 às 11:55 am

    Cara! Que texto Macho esse seu! XD
    Tem certeza que não baixou um espartano? O_o
    Muito bom. Achei 300 o melhor pipoca do ano até agora e espero ansiosamente por Piratas e Spider. Mas só a trilha sonora de 300 e o “Não é isso que os mantém firmes” (XD) já vale muito o ingresso. As cenas de luta têm següências MUITO boas e perfeitamente exageradas. Dá até vontade de sair rebocando persas (pena que não tinha ninguém fantasiado).
    o/

  13. 13 Sór abril 4, 2007 às 12:35 pm

    Eu gosto do Rodrigo Santoro, mas realmente ele faz papel de viado com uma desenvoltura ímpar.

    =***

  14. 14 Sabefaha abril 6, 2007 às 2:18 am

    haha nem li :bunequim:

  15. 15 Xis abril 7, 2007 às 1:43 am

    [i]A cena não tava estranha cara, e também não foram 5 orgamos. É que enquanto ela gemia, dava uns cortes, e aumentava a pressão da foda. Entendeu agora ?[/i]

    O que há pra entender? É um transa, e cabou. Eu entendí a cena, mas isso não a torna menos bizarra. Mas enfim, aquela velha história… Opinião, cú. Sabe como é. 😉

  16. 16 Moziel T.Monk abril 7, 2007 às 3:50 am

    Concordo que precisamos de um tempo, às vezes, para perceber os eventuais “defeitos” de um filme. O foda é aguentar todo tipo de crítica paranóica contra o filme: é racisma, fascista, é propaganda belicista dos EUA, faz apologia à eugenia e o escambau. Mas como você falou, o negócio é ver o filme.

  17. 17 Guilherme Nascimento Valadares abril 8, 2007 às 3:42 pm

    300 é filme pra homem

    ou seja, o oposto dos críticos de cinema

    Leônidas é do caralho. Mata mil, come a mulher depois de mais de 10 anos de casamento e tem o senso de humor mais sarcástico.

  18. 18 Ester Beatriz abril 11, 2007 às 1:49 pm

    Oi Renato, joinha?
    Cara, eu não dou a mínima para os críticos… eu já teria deixado de ver muito filmaço se tivesse dado ouvidos a eles. Mas enfim, eles estão aí né….
    Prefiro ser leiga e continuar não vendo defeito em 300… eueheueheue
    Foi um trabalho brilhante conseguir reproduzir fielmente o HQ em filme…
    Quero ver de novo…. 😀

  19. 19 gabi maia maio 12, 2007 às 5:40 am

    a fotografia do 300 é ótima. eu adorei o filme. vi duas vezes no cinema. hahaha

  20. 20 Renato maio 12, 2007 às 6:44 pm

    Gabi, acho que a fotografia não teria ficado tão legal se o filme não fosse uma adaptação de HQ, quer dizer, não só uma adaptação, mas uma adaptação com um nível de fidelidade tão alto. Mas de qualquer jeito, a fotografia de 300 é REALMENTE linda, desde as cores, até a iluminação das cenas, tudo alto nível hahaha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: