A volta dos bardos

And then there was Silence, In Rio de Janeiro

 

Esse domingo agora, dia 18 de março, todos os bardos daqui do RJ se juntaram no Vivorio, a mais nova casa de shows do Rj, para um “remake” de um dos melhores shows feitos pela banda (2002 – Canecão). Porém, nem tudo foram rosas.. Infelizmente, só consegui chegar na casa uma hora depois que os portões foram abertos, ou seja, além de um tempinho esperando na fila, não consegui me encontrar com o pessoal e fiquei praticamente o show inteiro sozinho.

Ás 20:06 (estava marcado para 20:00), começa a tocar War of Warth, que quase não foi ouvida, pq a gritaria era absurdamente alta quando a Hansi Kürsch (Vocal), Marcus Siepen e Andre Olbrich (guitarra), Oliver Holzwarth (baixo) e Frekerik Ehmke (o novo baterista), tem também o tecladista, que só toca nos shows, e eu não tenho a menor idéia do nome.

Assim que a introdução acaba, a banda começa a tocar Into the Storm, deixando o vivorio insano.
Logo na primeira música, já é claro que a idade começa a influenciar na performance do Hansi, que cantou TODAS as músicas do show uma oitava abaixo, não fora uma ou duas, foi O SHOW INTEIRO uma oitava abaixo. Deixando claro que 5 anos fazem uma bela diferença.

Depois de Into de Storm, Hansi bate um papinho com os cariocas, e anuncia a próxima música (do mesmo jeito que faz em todos os shows) ” Welcome to the Show..and WELCOME TO DYING!”. Quase gozei na cuequinha quando ele falou isso, primeiro pq essa é uma das minhas favoritas da banda, e segundo pq ela não tava confirmada para a turnê, ou seja, foi uma ÓTIMA surpresa. A música fica 17 vezes melhor ao vivo, todo mundo batendo cabeça , coisa linda.

O show continua com as também clássicas Nightfall e I’m Alive (que não foi tocada em BH e SP, morram), que foram cantadas praticamente pelo público, e não por Hansi, que tava aproveitando pra descansar um pouco a voz (é, tava realmente precisando).

Depois dessas duas, Hansi bateu um papinho com o público, e anunciou que a próxima música seria do novo cd (que eu ainda não ouvi :(), o público já ficou eufórico, pedindo por Fly, e quando anunciou que ela era sobre o Peter Pan, o Vivorio quase desabou! A música ficou bem legal ao vivo, com todo mundo acompanhando cantando e com palmas ritmadas, muito legal mesmo.

Durante Fly, eu acabei reparando na arrumação do palco, que MUITA gente não gostou e saiu reclamando, bom, ela era BEM simples mesmo, não tinha nenhum pano de fundo, nada. Só um fundo preto, que mudava de cor conforme a iluminação. Simples mesmo, mas eu achei que ficou um efeito bem legal, ainda mais com a iluminação do show (ponto pro VivoRio nessa).

Agora, de volta para os clássicos, a banda toca uma das mais esperadas da noite, se não a mais esperada, Valhalla! Depois do fim da música, o público ainda ficou cantando o seu refrão durante um bom tempo, deixando a banda impressionada, engraçado de mais a cara dos alemães lá em cima askdjlkajda

O show seguiu com Bright Eyes, que também não foi tocada em BH e SP, e a música seguinte foi Skalds and Shadows e This Will Never End. A primeira não teve um resultado tão legal ao vivo, dando uma esfriada no show.

Depois de 10 músicas, Hansi anuncia o tão temido finalzinho do show, elogiando o público, e falando que gostaria de voltar o mais rápido possível, no máximo duas semanas kasjdklsajasld quem dera..
Mas antes de dar aquele saida do palco, a banda tocou ainda Mordred’s Song e And Than there was Silence.
Preciso falar uma coisa sobre esssa segunda música:

Quem teve a ESTÚPIDA idéia de tocar ISSO ao vivo !? Sério, uma música de mais de 15 minutos, que não é dividida em partes nem nada !? Esfriou completamente o show. Sendo que ela poderia ter sido trocada por outras músicas MUITO melhores, talvez até três outras músicas. Fiquei realmente puto quando ele anunciou essa música.

Depois que a banda saiu do palco, comecei a me preparar para um sacal solo do novo baterista, QUE NÃO ACONTECEU! Vocês não sabem como é bom ir em um show, e não ser obrigado a ouvir aqueles solos monótonos de bateria.

A banda volta, já anunciando que só poderiam tocar mais três músicas, e já era óbvio que dessas três, só uma seria surpresa, pois ainda faltava The Bard’s Song e Mirror Mirror. Que ficaram por último, pois a primeira música tocada quando eles voltaram ao palco foi Imaginations from the Other Side. A música ficou BEM legal ao vivo também, animou o público e tal.

O show continuou com Hansi e Siepen no palco, só com um violão, e só com isso, o público do show já gozou na cuequinha. Sim, a próxima música seria Bard’s Song.
Como em todo os shows do BG, Hansi não se deu o trabalho de cantar a música, e os alguns milhares de infelizes suados, fedendo, porém felizes, fizeram esse favor ao tio, que agora já tá passando dos 40 anos. Foi LINDO, ver o vivorio cantando o Hino da banda todo junto.

A banda fechou a noite com Mirror Mirror, que já estava sendo pedida desde antes de começar o show. Tentei filmar uma parte, mas a empolgação era grande de mais, e o vídeo ficou tão bom quando o de alguém com parkinson gravando uma tourada.

Bom, pra quem não teve saco de ler isso tudo, vou fazer uma listinha, com os prós e contras do show;

  • Prós:

Público – Tão falando que o show do Rj foi o melhor da turnê, junto com o de BH, e em grande parte por causa do público.

5 anos de espera – Depois de cinco anos esperando, qualquer coisa que eles fizessem em cima do palco, seria digna de aplausos.

Organização do Vivorio – Um show marcado para as 20:00 começar as 20:06 é uma coisa quase utópico, né?

  • Contras:

Idade do Hansi – Cantar o show inteiro uma oitava abaixou pegou meio mal.

Set-List – Tava bem legal, mas foi muito curto, poderiam ter tocado mais duas ou três músicas, e trocado ATTWS por outras músicas também.

Tamanho do VivoRio – Apesar da organização e beleza da casa, ela era pequena de mais para um show desses, menor até que o canecão. Sonho em ver BG no Claro Hall ainda..

André Olbrich
O FILHO DA PUTA SÓ FICOU DO OUTRO LADO DO PALCO !

 

É isso, vou postar aqui algumas fotos que eu tirei do Show, e uns vídeos também:

 

  • Fotos:

Slide Show com as imagens tratadas

  • Vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=-RVJG6m0NAo

http://www.youtube.com/watch?v=-MTcX6IB42Q

http://www.youtube.com/watch?v=JziIfkM-wBs

http://www.youtube.com/watch?v=j8EZzlrxP-8

P.s.: Tem várias outras imagens, só que não foram “tratadas”, e não ficaram tão legais, se alguém quiser, eu posso upar tudo e tal.

Anúncios

15 Responses to “A volta dos bardos”


  1. 1 Xis março 20, 2007 às 1:53 pm

    Opa primerao

    Agora vou ler

  2. 2 Xis março 20, 2007 às 2:04 pm

    Poxa Hard, deixa de ser preguiçoso e põe pra abrir links e comentários em pop-up. 😦

  3. 3 hardtimes2 março 20, 2007 às 2:08 pm

    Eu acho pior abrindo em pop up, mas vou ver de fazer isso. No blogspot era mais fácil 😀

  4. 4 Uzuki março 20, 2007 às 2:23 pm

    Ficou bom o review, o show deve ter sido foda 🙂
    E não, não ficou grande não pô. Eu tô acostumado a ler reviews de duas ou três folhas ahueuaehaeuahea.

  5. 5 Um cara ai... março 20, 2007 às 3:19 pm

    vc deveria se informar melhor antes de sair escrevendo por ai…
    bright eyes foi tocada tanto em BH,quanto em SP.
    And then there was silence foi uma das melhores,senão a melhor música do show,não interessa o tamanho e sim a qualidade da música se deu “uma esfriada” é pq o público era tão fan que não conheciam a a letra da música
    100+

  6. 6 Pinokio março 20, 2007 às 4:02 pm

    Mano melhor show de minha vida….

    e pans , blind guardian
    Lindo demaiss

    =~~

    chegou que horas na fila ?
    sai de casa 11 da manhã para essa porra

  7. 7 hardtimes2 março 20, 2007 às 10:16 pm

    Sai de casa tarde, cara. Cheguei no vivorio umas 19:00.

    E pro cara que não deixou nome;

    Erro meu mesmo, confundi Bright Eyes com I’m Alive. E sobre ATTWS, eu acho a música legal, mas é sacal de mais pra ser tocada ao vivo (inteira), poderia muito bem ter dado lugar para Time Stand Still, Majesty, Lord of the Rings, e vários outras bem melhores que ela. E isso de falar que o público não gostou por não conhecer a letra, tá falando merda. Praticamente todo mundo cantou TODAS as músicas (inclusive eu), mas nem por isso todos gostaram do Set inteiro.

  8. 8 Khristofferson Silveira março 21, 2007 às 12:27 am

    Tudo bem que não concorde com ATTWS nos shows. Muita gente acha isso e é uma opinião que respeito.

    Mas dizer que ela esfriou o show foi exagero. Logo após o intervalo a banda e a platéia voltaram com tudo em IFTOS, a primeira do bis. Uma das mais esperadas e cantadas por quem estava lá.

  9. 9 razor março 21, 2007 às 1:48 pm

    o autor desse review alem de ser ruinzin de portugues nem sabe concatenar ideias e criar textos coerentes.

    – é mal informado
    – nao sabe escrever review
    – deve ser pivete ( só pelos temros chulos de crianca do colegial )
    – deve ser carioca ( vcs se acham neh?, VAI TRABALHAR VAGAL )

    quer mais atributos?

  10. 10 hardtimes2 março 21, 2007 às 2:15 pm

    Tiop, lê o seu comentário, depois a gente vê quem é ruim de português, okay?

    Mal informado ? Só pq eu troquei as músicas I’m Alive por Bright Eyes ? MEU DEUS, QUANTA FALTA DE INFORMAÇÃO!

    Não ser escrever um review ? Bom, teve gente que gostou, mas agora com essa sua crítica SUPER CONSTRUTIVA, provavelmente o próximo vai ser melhor.

    Deve ser pivete ? Não sei qual o significado de pivete aonde você mora, mas acho que um pivete não tem acesso a tanta informação. Mas se você está se referindo a idade, quantos anos você tem? Me diz os termos chulos, pra ver se na próxima resenha eu consigo fazer um texto a sua altura, Ó senhor idoso.

    Sim, sou carioca, até pq eu fui no show do Rio de Janeiro, faz sentido, não? Agora, se você é paulista, eu só posso lamentar. Pois falaram que o show em SP foi uma merda, devido ao público.

    E sim, eu tenho praias a 10 minutos de casa!

  11. 11 Inã março 21, 2007 às 2:31 pm

    Ficou legal o post, não fui aqui em sampa no show mas é uma boa banda!

    Parabens pelo blog!!! Muito bom!!!

  12. 12 Xis março 21, 2007 às 2:51 pm

    O que você queria que eu visse, hard? ahuoeae

  13. 13 False_god março 21, 2007 às 3:51 pm

    ashioahsoiahsioahsio
    Hard viado. 😦

  14. 14 Vonnegut março 22, 2007 às 11:06 am

    Putz. Ganhei um ingresso totalmente gratuitamente grátis e não fui no show por falta de carona.

    Morar num fim de mundo é foda.

  15. 15 Coveiro março 25, 2007 às 2:31 pm

    Hardtimes,

    Gostei do texto mesmo,
    E ai cara, como se faz esses esquema de pop up para comentarios? Tu tem acesso a editar o html ? Infelizmente o WordPress em comparação ao Blogspot é horrível em não permitir nenhuma edição……

    Até mais,

    http://covarasa.wordpress.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: